Proactive

Bella Bonina, beleza e sustentabilidade na zona sul de São Paulo

Desde 2017, quando se tornou Empreendedor AQUA, a Trisul está comprometida em presentear a cidade de São Paulo com edificações verdes: prédios saudáveis que promovem bem-estar para os seus moradores, geram economia de água e energia para o construtor e para os ocupantes e preservam o meio ambiente.

Localizado num local estrategicamente privilegiado, no bairro Mirandópolis, região sul de São Paulo, o Bella Bonina é mais um empreendimento certificado AQUA-HQE pela Fundação Vanzolini, terceiro certificado na fase Execução.

A linda fachada verde do edifício vai valorizar ainda mais o bairro, pois está comprovado, as plantas nas fachadas contribuem positivamente para as nossas funções cognitivas e reduzem o estresse.

Trisul_Boninas_Fachada_HR_

A preparação para a certificação de um edifício começa desde o pré-projeto, fase em que todas as decisões são tomadas junto com a equipe multidisciplinar da obra, arquitetos, engenheiros e projetistas.

O canteiro de obras de uma edificação sustentável é uma página à parte. Durante toda a obra, a equipe de consultores da proActive Consultoria acompanha o andamento e a aplicação dos requisitos de sustentabilidade, são gerados relatórios de indicadores ambientais relacionados aos consumos de água, energia e geração de resíduos possibilitando a criação de um histórico de indicadores de obra que pode ser utilizado para o orçamento destes itens em futuros projetos.

No caso do Bella Bonina os índices são excelentes, 92,19% de beneficiamento de resíduos no canteiro de obra e economia prevista de 42,48% de água – com reuso de água cinza – e 26,56% de energia na fase de operação e uso.

Itens de sustentabilidade, adotados no Bella Bonina:

  • Medição individualizada de água;
  • Sistema de reuso de água;
  • Dispositivos economizadores de água;
  • Dispositivos economizadores de energia;
  • Infraestrutura para aquecimento solar da água;
  • Lâmpadas eficientes;
  • Coleta seletiva de resíduos;
  • Ponto elétrico para recarga de bicicletas elétricas;
  • Ponto elétrico para recarga de veículos elétricos;
  • Vaga passível de utilização de ambulância;
  • Tratamento acústico;
  • Tratamento térmico;
  • Equipamentos eficientes;
  • Materiais sustentáveis.

O processo de implantação da certificação AQUA-HQE num projeto arquitetônico é longo e exige comprometimento e muito trabalho de toda a equipe, e os itens acima são cuidadosamente pensados e preparados para o melhor desempenho do edifício.

No mês em que a proActive Consultoria completa 19 anos de existência, casos com o Bella Bonina são um presente para nós, pois vemos os Clientes que acreditaram no nosso trabalho colhendo os frutos dos seus investimentos.

TRISUL S.A. recebe Certificação de Empreendedor AQUA

No ano em que completa 10 Anos, Construtora recebe certificação de Alta Qualidade Ambiental da Fundação Vanzolini

 

TRISUL

 

No ano em que completa 10 anos a Trisul S.A. conquista o título de Empreendedor AQUA, a empresa é a terceira a receber o Selo em todo o Brasil. A Trisul atua com muito êxito na incorporação e construção de empreendimentos de médio e alto padrão e desde 2007, ano em que abriu capital na bolsa de valores, vem desenvolvendo um sólido trabalho respaldado por valores éticos, transparência e respeito ao meio ambiente.

A Certificação AQUA-HQE – Alta Qualidade Ambiental foi desenvolvida a partir do selo francês Démarche HQE (Haute Qualité Environnementale) pela Fundação Vanzolini. A ideia de adaptar a certificação para realidade brasileira nasceu a partir do projeto de pós doutoramento de Ana Rocha Melhado, hoje diretora da proActive Consultoria – Assessora AQUA da Trisul.  O processo AQUA-HQE possui 14 categorias, que contemplam todas as diretrizes para o Alto Desempenho Ambiental dos empreendimentos minimizando os impactos ao meio ambiente e garantindo o conforto e qualidade de vida dos seus usuários.

Para ser Empreendedor AQUA, as empresas têm como missão certificar todos os seus empreendimentos com um escopo pré-definido. A partir do quarto edifício certificado na fase pré-projeto, já há o reconhecimento como Empreendedor AQUA.

Esse comprometimento demonstra que a Construção Sustentável é uma tendência forte no mercado da construção civil, e as empresas certificadas estão dispostas a firmar compromisso com a sustentabilidade.

As empresas que têm investido nessa certificação ao conceber seus lançamentos, tem conseguido obter ganhos consideráveis, como redução do consumo de água – em torno de 40%, e energia – por volta de 25%, contando ainda com uma taxa de beneficiamento dos resíduos na fase de obra de 70% no mínimo, implementando assim a redução do custo de construção, por meio de uma gestão forte e responsável.

Os ganhos mercadológicos também são relevantes, em pesquisa da Geoimóveis, feita em agosto de 2016, identificou-se que as edificações certificadas possuem 7% de melhora na vacância no Rio de Janeiro e 9,5% em São Paulo.

As construções verdes têm custos reduzidos de consumo de água e de energia na fase de operação e uso do edifício, o que garante taxas de condomínio mais baratas. Todos esses fatores agregados tem tornado o mdesses empreendimentos mais valorizados.

Além desses benefícios, mensuráveis a curto prazo, a inclusão dessas práticas sustentáveis pelas empresas garantem ganhos em qualidade de vida e bem estar econômico e social para aqueles que habitam e trabalham nestes empreendimentos, bem como para a região onde está instalado.

 

 

 

 

5 Motivos para Investir em Certificação Ambiental

5   

Autora: Silvana Pinheiro

 

Muitos profissionais do mercado da Construção Civil ainda veem a Certificação Ambiental como um “custo” que vai onerar ou inviabilizar o empreendimento, interpretação essa totalmente equivocada.    

 Empreendedores com visão de negócios e de futuro mais arrojada já têm investido em Sustentabilidade desde as fases de concepção e planejamento do seu produto, na busca por edificações mais eficientes economicamente, corretas ecologicamente, e que garantam conforto e funcionalidade para os seus moradores e funcionários.

Vamos listar aqui 5, dos inúmeros motivos para as empresas da Construção Civil agregarem as Certificações Ambientais em seus projetos:

 

  1. Sustentabilidade

O futuro está aí, precisamos usar os recursos naturais de forma inteligente e responsável, para garantir um Futuro melhor para as próximas gerações. Hoje, 75%1 dos recursos naturais são utilizados na Construção Civil, é urgente que essa realidade seja modificada.

 

  1. Consumidores

Os consumidores estão cada vez mais ecologicamente conscientes, e já buscam soluções sustentáveis no seu dia a dia. Selos que garantem essas práticas estão na mira desses consumidores exigentes e bem informados.

 

  1. Economia

Prédios Certificados têm obtido uma economia média de 40% no consumo de água, 25% no consumo de energia e 70% na taxa de beneficiamento dos resíduos durante a obra, além da valorização dos resíduos gerados.

 

  1. Valorização Econômica

Prédios Verdes são mais valorizados para venda e locação.

 

  1. Vida Útil

Prédios com certificação na fase Operação e Uso investem menos em manutenção e tem vida útil mais longa.

 

A busca pela Sustentabilidade tem gerado negócios mais responsáveis sem perder o foco em rentabilidade.

 

 

1 – FINEP, POLI – Tecnologias para construção habitacional mais sustentável, São Paulo, 2007.

Cadastre-se e receba Nossa News